10 dicas sobre o uso de Plataformas Aéreas

26/01/2017

1 - O primeiro passo para operar uma PTA é receber o treinamento adequado e certificado, tanto geral quanto prático, focado no modelo de PTA que irá utilizar. Durante o treinamento, é imprescindível que o operador leia o manual completo e para que entenda quais são as sinalizações de segurança primordiais do equipamento que irá operar.

Lembre-se: antes de iniciar a operação equipamento, o operador deverá dominar todas as funções e localizações de comando dos dispositivos de segurança do equipamento.

2 - Garanta antes de operar uma PTA, que você está informado e sabe seguir todas as normas de segurança de trabalhos em altura, fique atento pois existem diversos tipos de normas: nacionais, estaduais e locais.

Lembre-se: Dominar as normas de segurança no seu ambiente de trabalho é a maneira mais eficaz de evitar acidentes de trabalho.

3- Todos os dias que for utilizar uma PTA, realize uma inspeção pré-operacional junto com os testes funcionais do equipamento. Sensores de níveis, alarmes e qualquer tipo de dispositivo de segurança devem ser verificados, já que se não estiverem devidamente acionados ou com defeito, poderá colocar a sua segurança em risco.

Caso a PTA apresente falhas em algum momento dos testes, certifique-se que o problema será imediatamente identificado e a PTA desativada da estação de trabalho, para que rapidamente seja realizada a manutenção adequada por um técnico especializado.

Lembre-se: Nunca opere uma Plataforma Aérea que apresente defeito em seus testes de segurança, encaminhe o equipamento imediatamente para a realização da manutenção corretiva.

4 - Nunca desça da plataforma enquanto ela estiver elevada e sempre que possível tenha com você um aparelho de rádio ou telefone no momento de operação da PTA. É muito importante ter um plano de resgate caso a PTA pare de funcionar ou caso ela não possua uma descida de emergência e este sistema também apresentar defeito. Para que o seu plano de resgate tenha sucesso, você deve garantir que haja outros operadores treinados na equipe de trabalho para que eles possam comandar a PTA do solo.

Lembre-se: Um plano de resgate é mais um recurso que um operador experiente deve ter na manga para se manter sempre seguro. 

5 - 
Quando estiver no canteiro obras, o operador deve sempre realizar uma avaliação de riscos para iniciar a operação da PTA no local de trabalho. Observe possíveis obstáculos como redes elétricas, buracos, inclinações, declives acentuados, buracos, inclinações, solo escorregadio ou instável. O operador deve ter consciência quando for utilizar uma PTA para evitar riscos em todas as fases de sua operação. Você pode consultar estes e outros riscos no manual do operador, nele contém uma lista completa que deve ser de ciência a todos. 

Lembre-se: A cautela é algo muito importante para um operador de PTA, evite riscos e acidentes olhando atentamente o terreno onde irá trabalhar.

6 - 
O operador deve observar o chão da plataforma e sempre deixá-lo limpo sem detritos. Como por exemplo: caixas que possam causar algum tropeção, cestos e sucatas. 
O operador deve retirar tudo que não houver necessidade com o trabalho de cima da PTA.

LEMBRE-SE: Manter seu local de trabalho limpo e sem objetos que possam causar um desiquilíbrio é importantíssimo para a sua segurança.

7 - 
O operador nunca deve sair da lança elevada ou de um elevador do tipo tesoura. Isso só é permitido se o operador possuir o treinamento adequado para executar tal tarefa. O operador deve se manter 100% “preso” em todo o tempo de trabalho. 

LEMBRE-SE: A ansiedade muitas vezes nos faz tomar atitudes precipitadas e devemos observar com calma a situação antes de agir

8 - 
O operador deve ficar atento a algumas atitudes que não deve ter quando estiver operando uma PTA, são elas: nunca se sentar, ficar de pé ou subir nas grades de proteção da PTA por nenhum motivo. A grade de proteção da 
PTA só mantém o operador seguro se ele manter-se firme dentro da PTA todo o tempo.

9 - O operador deve sempre se lembrar de abaixar o trilho central da entrada da PTA ou de fechar o portão de entrada antes de iniciar a operação da PTA.

O trilho central ou portão de entrada fazem parte da grade de proteção da PTA. O operador nunca deve amarrar ou deixar a entrada aberta e nunca use uma PTA se o portão não estiver travando de forma certa. 

LEMBRE-SE: A grade de proteção é mais um item muito importante para a sua segurança, você deve ficar atento a suas condições e seguir a risca todos estes cuidados.

10 - O operador que for trabalhar com lança, telescópica ou articulada, deve sempre estar utilizando proteção adequada contra quedas. O equipamento deve estar obrigatoriamente encaixado no talabarte ou da linha de vida autorretrátil. Muitos operadores se esquecem de que existe um perigo de ser catapultado de PTA de uma lança. Qualquer tipo de abalo na base do equipamento pote causar um efeito “chicote” muito forte e repentino na PTA. 

LEMBRE-SE: O uso da proteção correta contra quedas pode reduzir as chances de ferimentos graves e salva vidas.